PARATY: ATELIÊ DE PESQUISA EM COLAGEM


Curso trabalha técnicas de colagem 


Reunindo um grupo de mulheres, sob minha orientação, o curso - Recorte e Colagem - produzido pela Paraty Cultural, dentro do Programa Educativo da instituição, tem como espaço criativo o mezanino no Cinema da Praça.


Edificio histórico do antigo Cinema da Praça, localizado na Pr da Matriz

O curso de Colagem reúne, coincidentemente, uma sala apenas de mulheres - estudantes, professoras, profissionais liberais:  colagistas em potencial -  que é bastante interessante, pois a temática deste programa para o ano de 2016 é "Mulher".


A atividade ocupa o mezanino do edifico que abriga o Cinema da Praça - um verdadeiro clima de ateliê.

No mezanino, o clima é de ateliê: as paredes descascadas sob o piso de tábua corrida,

Criatividade não falta - conferindo, a partir destas fotos, os trabalhos em execução, como exercício e pesquisa, usando apenas imagens, textos ou palavras que sejam rasgadas, sem o uso de objetos de corte (tesoura ou estilete), para impregnar o trabalho de emoção, trazendo um forte toque pessoal de cada participante na execução da colagem. 




Rasgar o papel 
possibilita colocar
a emoção a cada
gesto.




Confira os registros do início das atividades: novos colagistas em ação!



































O Surrealismo na Colagem
24/março/16

A investigação das imagens, do recorte, montagem e colagem, a partir de conceitos deste importante movimento artístico do modernismo, deram o tom nestes trabalhos desenvolvidos pelos participantes da oficina.
O tema que envolve o surrealismo das imagens é  o universo feminino: a mulher!

Conceito

"O termo surrealismo, cunhado por André Breton com base na idéia de "estado de fantasia supernaturalista" de Guillaume Apollinaire, traz um sentido de afastamento da realidade comum que o movimento surrealista celebra desde o primeiro manifesto, de 1924. Nos termos de Breton, autor do manifesto, trata-se de "resolver a contradição até agora vigente entre sonho e realidade pela criação de uma realidade absoluta, uma supra-realidade". A importância do mundo onírico, do irracional e do inconsciente, anunciada no texto, se relaciona diretamente ao uso livre que os artistas fazem da obra de Sigmund Freud e da psicanálise, permitindo-lhes explorar nas artes o imaginário e os impulsos ocultos da mente."http://enciclopedia.itaucultural.org.br/termo3650/surrealismo

Experiências/vivências:

A escolha, o planejamento, o recorte, o encaixe, a colagem: a idéia concretizada num mundo de sonhos recheado de ícones particulares, desejos, verdades e mentiras, devaneios, arrepios...tudo como estímulo à criação!


Cris Roale
Marina Alonso
Vanessa Gonzalez
Miriam A. Costa
Darly Costa
Miriam A Costa
Darly Costa
Marina Alonso


Vanessa Gonzalez

Marina Alonso




Fotos: Lauro Monteiro
Share on Google Plus

Sobre Lauro Monteiro Filho

Contém Arte | Lauro Monteiro Filho | Varanda Brasil
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários :