II. Arte ao Centro Brasil - Coletivo de Arte Contemporânea Portuguesa e António Bártolo


“Torres Vedras- Arte Contemporânea” e a individual “Aquarelas de António Bártolo”

O Projeto Arte ao Centro: Conexão Cultural Portugal – Brasil que faz uma relação de intercâmbio cultural entre os municípios de Torres Vedras e Araraquara abriu oficialmente, no dia 25 de agosto de 2016 dentro das comemorações de aniversário de 199 anos de Araraquara - Morada do Sol, duas importantes exposições no Palacete da Rosas Paulo A.C.Silva. 


Torres Vedras - Coletiva de 

Arte Contemporânea




Esta é uma significativa mostra de artistas visuais portugueses, com intensa produção nas mais diversas áreas das artes visuais, com exposições por toda a Europa, terão seus trabalhos visto pela primeira vez no Brasil, ao todo 15 obras.
Convidados pela curadora da Galeria Municipal Paços, Catarina Sobreiro, os artistas que fazem parte desta mostra são: Ema M, João Francisco, João Henriques, João Paulo Barrinha, Marga Diks, Olga Neves, Patrícia Sobreiro e Pierre Paolo Linares. 








































Os artistas portugueses


Ema M


João Paulo Barrinha
Marga Diks




Olga Neves

João Henriques
Patrícia Sobreiro
Pierre Paolo Linares



"Aquarelas de António Bártolo"



Conhecido por toda a Europa, o aquarelista António Bártolo abre sua individual no mesmo espaço compartilhado com os contemporâneos portugueses, no salão de exposições  Palacete das Rosas .
Esta é a segunda vez que o meste aquarelista vem ao Brasil. A primeira, por indicação do artista plástico Lauro Monteiro, Bártolo foi o artista convidado para o Encontro Internacional de Aquarelas de Paraty em 2015, onde fez vários trabalhos que são apresentados nesta individual, que conta com 25 obras em vários formatos.
António Bártolo radicado em Torres Vedras, nasceu em Angola e ainda jovem  transferiu residência para Portugal, onde trabalhou com Artes Visuais e Publicidade.  Desenvolve demonstrações e oficinas por toda a Europa e esta é a segunda vez que vem ao Brasil, é organizador e curador do Encontro Internacional de Aquarelas de Santa Cruz, praia do município de Torres Vedras, que  recebe anualmente, no este importante evento artístico.
Segundo o aquarelista, “ Não fui eu que escolhi a aquarela, foi ela que me escolheu. Pintar é para mim uma necessidade vital, pois há emoções que só a pintura pode revelar. Só temos de ousar e ultrapassar os limites da nossa imaginação. Conhecer bem o papel, as cores e os pincéis, porque todos participam na realização do trabalho.”









+ FOTOS

































Fotos André Duarte Baptista e Lauro Monteiro

Share on Google Plus

Sobre Lauro Monteiro Filho

Contém Arte | Lauro Monteiro Filho | Varanda Brasil
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário